DestaqueNotícias

Vice-prefeito: “Desejo é que seja um governador que respeite Campina Grande”

Foto: Leonardo Silva/ Paraibaonline

O vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro (PP), comentou em entrevista nesta quarta-feira, 19, sobre as eleições estaduais do ano que vem.

O gestor frisou que é importante que as oposições saiam unidas para que possam vencer o pleito, como ficou acordado em uma reunião ocorrida no ano passado, na casa do deputado Rômulo Gouveia (PSD), em Brasília, com as lideranças que formam o grupo.

Ele ressaltou que conversou com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), que tem intenção de sair candidato a governador, sobre a tese de a oposição sair unida.

– Todo mundo pensa assim: “Enivaldo quer que seja Romero para poder assumir”. Eu fui eleito para ser vice-prefeito e não prefeito. Fui prefeito por seis anos e fiz uma administração que todos sabem. Eu não tenho a ânsia de ser prefeito, eu tenho ânsia de ajudar Campina Grande. O que eu desejo é que seja um governador, e eu disse isso ao prefeito de João Pessoa, que respeite Campina Grande. Você vê um governador como esse (Ricardo Coutinho) que não respeita Campina e ainda há pessoas ligadas a ele – comentou.

Em relação ao PP, do qual é presidente estadual, Enivaldo desconversou e afirmou que ainda não há um nome para a chapa majoritária.

Sobre o apoio a Romero Rodrigues, caso ele seja o candidato das oposições em 2018, Enivaldo destacou que ele e o PP não têm o histórico de traição.

– O PP tem dignidade e não temos o histórico de traição. Ele me chamou para ser vice, pois ele sabe que eu não tenho intenção de fazer sacanagem com ninguém […] O que Romero não tem é que eu seja uma espoleta dele, isso não vai ter nunca e nem ninguém. Eu vou ter minha própria administração e uma correlação com ele. Não sou subserviente, nem fui e nem serei a ninguém – pontuou.

Paraíba Online

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo