Sem categoria

Vereador comenta situação financeira da CMCG e critica administração

Foto: Paraibaonline

O vereador Sargento Neto (PRTB) comentou a situação financeira da Casa de Félix Araújo e os atrasos nos salários dos servidores da Câmara campinense.

A presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Ivonete Ludgério (PSD), destacou recentemente que a Casa está sofrendo com a arrecadação desde 2017 e este ano o expediente começará às 8h e terminará às 14h para economizar energia, água, papel e demais gastos por parte dos vereadores.

Além disso, ela disse que as sessões de entrega de títulos e comendas serão realizadas nas segundas ou sextas pela manhã ou qualquer dia da semana à tarde, no horário de expediente, cortando as horas extras que eram pagas aos funcionários à noite.

Entretanto, Neto ressaltou que números comprovam que a Casa está sendo mal administrada.

– O que devemos ter são números, são exatidões. O que comprova, não sou eu que estou dizendo, é o Sagres, o duodécimo desde 2016 houve um aumento considerável. De 2016 até 2018 houve um acréscimo e para o primeiro mês de janeiro o FPM teve 19,87%. Consequentemente, a Câmara vem numa crescente de duodécimo. Está faltando administração – disse o parlamentar.

*As informações foram veiculadas na Rádio Caturité FM

Paraibaonline*

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo