Paraíba

Veículo de policial militar assassinado é encontrado queimado em Boqueirão.

Foto: divulgação

O veículo da marca Fiat Uno, que pertencia ao sargento da Polícia Militar, Francisco Alves Pereira Marinho, assassinado a tiros nesta madrugada, foi encontrado no início da tarde desta segunda-feira (11),  no sangradouro do açude Epitácio Pessoa, no município de Boqueirão.

O carro foi incendiado e estava completamente destruído.

As informações foram confirmadas pela Polícia Militar, que isolou o local para realização de procedimentos periciais.

Entenda o caso

Um sargento da Polícia Militar foi morto a tiros próximo a sua residência, no Sítio Ferraz, na Zona Rural de Queimadas, no Agreste paraibano. O sargento estava voltando do trabalho no São João de Campina Grande quando o crime aconteceu. Ele foi identificado pelo Hospital de Trauma por Francisco de Assis Pereira Marinho.

De acordo com informações da PM, quando a vítima chegava em casa, homens em um carro vermelho o abordaram, atiraram e fugiram no carro de Francisco. Ele foi atingido por dois tiros, um no tórax e um na cabeça.

Os policiais que chegaram ao local e socorreram a vítima para o Hospital de Trauma, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu. Ele era lotado no 2º Batalhão da Polícia Militar.

Após a ação, os criminosos abandonaram o veículo vermelho, utilizado no início do crime. Este veículo foi roubado às 17h30 de ontem (10), no Sítio Oiti, em Lagoa Seca. Já o carro roubado do sargento foi abandonado pelos criminosos momentos depois de balearem o militar.

A vítima foi abordada próximo a sua residência, em Queimadas, e atingida com disparos de arma de fogo na nuca e no peito. O policial havia deixado o serviço, no Parque do Povo e estava indo para casa.

O policial ainda chegou a ser socorrido para o Hospital de Trauma de Campina, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. A suspeita é de que o crime tenha sido praticado por três homens.

Paraiba todo dia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo