ParaíbaPolítica

Thompson diz que eleitor está sem esperança e candidatos deveriam priorizar propostas

Foto: Reprodução

O pré-candidato a deputado federal Thompson Mariz disse, durante entrevista nesta sexta-feira (15), que os recursos usados em campanha deveriam ser os próprios e deveriam ser mínimos, apenas para tornarem públicas as ideias e propostas do candidato. Ele considera que o maior capital dos candidatos deveriam ser os argumentos e as ideias e não recursos.

“O que o candidato precisa é ter ideias, expor seus pensamentos e as propostas porque no final das contas é isto que deve importar e pelo qual ele deve ser cobrado ao longo do mandato”, disse Thompson, que optou por não fazer vaquinha online.

O ex-reitor da UFCG também destacou que a apatia do eleitorado em relação aos políticos se reflete também no comportamento em relação a Copa do Mundo e da falta de perspectiva em relação ao futuro, o que demonstra a necessidade de renovação política.

“Existe uma necessidade de renovação, mas não qualquer renovação, é preciso ter uma história de vida e profissional que justifique esta mudança, não se trata de voto de protesto ou uma escolha aleatória só para mudar”, alertou.

Neste sentido, ele explicou que é preciso que haja renovação amadurecida e que a democracia representativa não seja apenas simbólica.

“Eu jamais apresentaria um projeto de lei sem ouvir todas as pessoas, entidades e agentes que estão inseridos no cenário que pretendo modificar. Antes de apresentar um PL é importante ouvir a comunidade, se não for desta forma a democracia representativa fica incompleta”, explicou.

Paraiba todo dia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo