Paraíba

Suspeitos de planejar suposto ataque a escola de Campina Grande são detidos

Um adolescente de 16 anos foi apreendido e um estudante de 19 anos detido suspeitos de planejarem um ataque em uma escola em Campina Grande. O ataque seria no dia 29 de maio.

A denúncia partiu de um familiar de um adolescente de 17 anos que teria sido convidado para participar da ação junto com os outros dois, mas ao negar o convite, passou a receber ameaças de morte.

As ameaças sobre o suposto ataque começaram a circular nas redes sociais na quarta-feira (22), onde prints da Deep Web tratavam de como aconteceria a ação. Após a polícia tomar conhecimento do caso, rondas intensivas começaram a ser realizadas nas escolas de Campina.

Os três envolvidos no caso estudam na Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade, no bairro Malvinas, onde aconteceria o ataque.

Mensagens do celular

Mensagens encontradas em um dos celulares apontavam que a escola tinha apenas um portão para estacionamento e outro para as salas, a sala dos professores estava sempre aberta. Também falava que câmaras de segurança não serviam.

segundo outra mensagem, a escola tem policiais que não serviam para nada e os vigias estavam fora de forma. Os vigias seriam rendidos facilmente.

A polícia teve acesso ao celular dos três e constatou áudios explicando os detalhes da ação e, no final, o convite ao adolescente de 17 anos, que foi chamado de “otário”.

Os envolvidos foram ouvidos na noite da quinta-feira (23) na Central de Polícia.

As informações repercutiram no Correio da Manhã.

Paraiba todo dia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo