Paraíba

Sintab denuncia situação precária de prestadores de serviço em CG

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab) denuncia mais uma vez a precária situação dos prestadores de serviços da Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG).

O Sindicato recebeu inúmeras denúncias de trabalhadores que afirmaram que, em decorrência da falta de benefícios, como o 13º e do atraso no salário de dezembro, não têm mais dinheiro sequer para alimentação. “Alguns disseram que tinham em casa apenas sal. Além de não pagar o décimo e o mês de dezembro a muitos efetivos, a gestão esquece os sofridos prestadores”, reforçou o diretor de comunicação, Napoleão Maracajá.

Ele lembrou que não faltaram investimentos no final de 2017 em obras de infraestrutura que não eram essenciais. “A gestão prioriza coisas, quando deveria priorizar pessoas. É um absurdo gastar tanto dinheiro com iluminação natalina, gastar milhões trocando calçadas que teriam duração de mais 100 anos, mas não pagar os salários. É um ato de covardia, de desamor, de desrespeito e de desprezo para com todos os trabalhadores, para com toda a população desta cidade”, detalhou.

Ainda segundo o diretor, o Sintab não se furtará em acompanhar e denunciar sempre a situação caótica em que se encontram os prestadores e garantirá todo apoio possível a esta categoria.

DA REDAÇÃO COM ASSESSORIA

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo