Paraíba

Sete meses após fuga em massa, PB1 é alvo de criminosos

(Foto: Google Street View)

Em uma ação no fim da noite desse sábado (27), bandidos dispararam tiros contra uma das guaritas do presídio PB1, localizado no bairro de Jacarapé, em João Pessoa. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) , os oficiais que estavam de plantão conseguiram totalizar quatro suspeitos.

Assim que os policiais militares começaram a busca, os suspeitos fugiram em direção à mata nas proximidades do complexo penitenciário. A secretaria ainda afirmou que não há presos e que estão em diligências.

A Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abreu (PB1), já foi alvo de outros atentados. O mais recente foi em setembro de 2018, ação possibilitou a fuga de 20 detentos.

Relembre o caso

No dia 10 de setembro de 2018, bandidos atacaram PB1 e explodiram o portão principal da casa de detenção. A ação que ocasionou a fuga dos presos foi realizada por ao menos 20 bandidos, que estavam fortemente armados e chegaram em quatro carros.

O objetivo teria sido resgatar quatro detentos que fazem parte de uma quadrilha de roubo a bancos. Eles foram presos recentemente em Lucena, na Região Metropolitana de João Pessoa. Os bandidos chegaram atirando nas guaritas e detonaram explosivos no portão principal. Muitos outros presos acabaram aproveitando a oportunidade para escapar da unidade prisional.

PORTAL CORREIO

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo