Sem categoria

Seis pessoas são vítimas de atropelamento neste fim de semana, em Campina Grande

Foto: João da Paz/Ascom Trauma de Campina Grande

Seis pessoas foram vítimas de atropelamento entre o sábado (19) e domingo (20), em Campina Grande. A informação foi divulgada pelo Hospital de Emergência e Trauma da cidade na manhã desta segunda-feira (21). Entre os casos está uma criança de três anos que continua internada na unidade de saúde.

De acordo com a assessoria do hospital, a primeira vítima a dar entrada na unidade de saúde foi uma criança de três anos, que teria sido atropelada no Centro da cidade. Até as 10h desta segunda, as informações eram de que ela permanecia internada na observação infantil e o estado de saúde era estável.

Outras três pessoas deram entrada na unidade hospitalar após um atropelamento registrado na tarde do domingo (20), no bairro das Malvinas. Uma das vítimas, José Barbosa da Silva, de 70 anos, está internada e consciente. As outras, Maria Mônica Barbosa da Silva, 51, e Amanda Ewelyn Barbosa da Silva, 26, já receberam alta.

Houve registro de mais dois atropelamentos ainda em Campina Grande. Mas, segundo o hospital, as vítimas também já receberam alta médica.

Três pessoas atropeladas nas Malvinas

De acordo com a Polícia Civil, as três vítimas do bairro das Malvinas foram atropeladas por um motorista que estava embriagado e que, após ter um problema no carro e receber ajuda de moradores da região, teria saído no veículo desgovernado e atropelado as vítimas.

O caso aconteceu na rua Vicente Barros Brandão. Segundo a polícia, Romeu Cícero Alves de Brito, de 35 anos, acabou batendo nas vítimas que passavam pela rua, em uma moto e em três carros que estavam estacionados. A polícia foi acionada e, ao chegar no local, encontrou o homem embriagado.

O suspeito se negou a fazer o teste do bafômetro. Antes de ser preso, ele foi levado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande porque, segundo a polícia, os moradores da região bateram no homem após o atropelamento.

Após ser atendido no hospital, o homem foi conduzido à Central de Polícia Civil de Campina Grande, onde foi preso em flagrante e permanece detido à disposição da Justiça.

Por G1 PB

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo