Paraíba

Saúde de Campina Grande segue priorizando serviços de urgência e emergência

Foto: Arquivo

A Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande informou que devido ao desabastecimento de combustível na cidade, continuará priorizando a manutenção dos serviços da rede de urgência e emergência.

As ambulâncias que atendem o SAMU 192, hospitais municipais e as UPAs 24h, como também os veículos que fazem o transporte dos pacientes de hemodiálise, foram reabastecidos e terão capacidade para atender às demandas dos serviços até a quinta-feira, 31.

Para garantir insumos hospitalares no atendimento de urgência e emergência a Secretaria de Saúde também suspendeu a realização de cirurgias eletivas no Hospital Municipal Pedro I.

A medida poderá ser ampliada por mais dias, caso haja atraso na entrega dos materiais para os procedimentos médicos nos próximos dias.

As cirurgias eletivas são aquelas que não têm caráter de urgência e, portanto, deverão ser remarcadas pela própria Secretaria de Saúde.

Os pacientes serão informados, por telefone, das novas datas das cirurgias pela equipe do hospital.

Na Atenção Primária, apenas as Unidades Básicas de Saúde – UBS dos distritos de São José da Mata, Galante e Catolé de Boa Vista e dos sítios Lucas e Estreito continuam com atendimento suspenso devido à dificuldade dos profissionais para se deslocarem aos locais de trabalho.

Os usuários destas localidades que necessitarem de atendimento de saúde poderão procurar os Centros de Saúde mais próximos de suas residências.

Ainda por medida de contenção de combustível, a Secretaria de Saúde concentrou a distribuição vacinas apenas nos Centros de Saúde e no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida – ISEA.

As inspeções da Gerência de Vigilância Sanitária – Gevisa continuam acontecendo apenas no período da tarde, até que o abastecimento de combustível seja normalizado

Fonte: Paraibaonline com Codecom/CG

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo