Paraíba

PROFESSORES E SERVIDORES DA SAÚDE PARAM NESTA TERÇA EM ESPERANÇA

Professores e servidores da saúde param nesta terça em Esperança

Dando continuidade ao calendário de paralisações definido em assembleia no dia 10 e que teve início na última segunda-feira, 16, os professores de Esperança param as atividades novamente nesta terça-feira, 24. Haverá ato público com café da manhã na frente da Secretaria de Educação a partir das 9h.

Conforme já divulgado pelo Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab), os professores da cidade não têm direito a mais nada.

“ELES NÃO TÊM ANUÊNIO, NEM PROGRESSÃO VERTICAL E MUITOS SEQUER CONSEGUEM DAR ENTRADA NA APOSENTADORIA. PORTANTO A CATEGORIA DELIBEROU PELAS PARALISAÇÕES E CASO NÃO HAJA SOLUÇÃO, OUTRAS MEDIDAS SERÃO TOMADAS”, DESTACOU O DIRETOR DE COMUNICAÇÃO DO SINDICATO, NAPOLEÃO MARACAJÁ.

O diretor do Sintab no município, Alexsandro de Almeida, lembrou que a gestão também não cumpre as gratificações de difícil acesso para os professores que atuam na zona rural, nem a gratificação de 10% para quem tem mais de 25 anos de portaria.

“ENQUANTO OS DIREITOS DOS PROFESSORES E POR EXTENSÃO DE TODA A SOCIEDADE ESPERANCENSE SÃO ESQUECIDOS, A GESTÃO MUNICIPAL É GENEROSA GASTANDO MILHÕES COM BANCAS ADVOCATÍCIAS, COM BANDAS MUSICAIS, LOCAÇÃO DE CARRO DE SOM ENTRE OUTROS GASTOS ABSURDOS”, COMPLETOU.

Saúde também para – Os servidores da saúde também estarão mobilizados nesta terça em protesto contra a retirada de diversos direitos, incluindo a insuficiência de medicamentos; escassez de material de trabalho e número reduzido de profissionais de saúde, o que acarreta demora na marcação de exames e consultas e redução de exames laboratoriais e especializados; pouquíssimo material e limpeza; falta de um Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da saúde, atraso no pagamento do benefício referente ao Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ), falta de diálogo do prefeito Nobinho Almeida com o Sintab e a categoria.

SINTAB-PB

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo