DestaqueNotícias

Numol de Campina Grande realiza inumação de 9 cadáveres ignorados e não reclamados

Foto: Reprodução/ Internet

O Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande, realizou a inumação (sepultamento) de nove cadáveres que foram ignorados e não reclamados.

O primeiro diz respeito aos que não têm identificação, e o segundo, aos que têm identificação mas que não foram procurados pela família.

De acordo com o diretor do Numol, Márcio Leandro da Silva, os nove cadáveres passaram por todo o procedimento corriqueiro como, necropsia, registro fotográfico, coleta de material biológico e ficaram à espera de identificação e reclamação por parte de familiares, o que não aconteceu.

Apesar do sepultamento, o diretor disse que é possível identificar caso algum parente exija.

– A família chegando e reclamando com as características, a gente vai coletar material genético do parente, encaminha para o laboratório e caso do exame de DNA dê positivo, vamos pegar toda documentação de inumação, para que o familiar decida se quer retirar o cadáver ou deixá-lo sepultado no mesmo local. Mas este corpo não pode ser retirado do cemitério no prazo anterior a um ano – explicou.

O legista disse que apesar de convênio feito pelo IPC em parceria com universidades públicas e privadas da Paraíba, estes corpos, em específico, não poderiam ser doados, pois são provenientes de mortes violentas e que futuramente a Justiça poderia solicitar exumação, para mais uma vez serem periciados.

– Os cadáveres que são destinados para as instituições de ensino são os oriundos de morte natural e não reclamados pela família, ou que os parentes tenham interesse de doar – concluiu.

*Informações da Rádio Campina FM.

 Paraíba Online

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo