Paraíba

Mulheres são detidas com registros de casamento falsos para visita íntima em presídio na PB

(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Três mulheres foram presas em flagrante na Penitenciária Regional Raymundo Asfora, o Presídio do Serrotão em Campina Grande, na tarde da quarta-feira (15). Elas são suspeitas de usar registros de casamento falsificados para ter acesso às visitas íntimas a detentos no local.

Os agentes da unidade penitenciária desconfiaram do comportamento das suspeitas e resolveram conferir os documentos apresentados por elas. Uma das mulheres é casada com outro homem. As outras duas não se enquadram na situação de esposa ou companheira, necessária para que a visita íntima seja feita e, são consideradas pela polícia como ex-namoradas.

Outras oito pessoas suspeitas de envolvimento no crime foram identificadas. Entre elas estão os presos “beneficiados” pelas visitas, o responsável pela comercialização dos registros falsificados e outras mulheres que poderiam utilizar a mesma prática e estão sendo investigadas.

Segundo o delegado de defraudações e falsificações da cidade, Geronimo Barreto, os documentos falsos possuíam grande semelhança com os verdadeiros. Três mandados de busca foram cumpridos ainda na tarde da quarta e na manhã desta quinta-feira (16), relacionados à operação Santo Antônio. As mulheres presas devem passar por audiência de custódia na tarde desta quinta.

Por G1 PB

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo