Paraíba

Mulher é presa acusada de espancar filha e sobrinha em Campina Grande

Fotos: Divulgação/PC

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Infância e a Juventude em Campina Grande – DRCCIJ/PC, em ação comandada pela delegada  Alba Tânia Abrantes, prendeu em flagrante de delito Tamara Sandrielly Ferreira de Souza  como incursa nas penas do art. 129, § 9º, do Código Penal (lesão corporal contra criança no âmbito doméstico e familiar).

Após ser constatado, pela professora da escola, no Bairro do Quarenta, em Campina Grande,  onde as crianças estudavam, que elas s estavam com diversas marcas profundas de lesões corporais pelo corpo, representantes do Conselho Tutelar foram acionados.

Com a divulgação da notícia do ocorrido para a autoridade policial, a delegada Alba determinou  que os policiais lotados na DRCCIJ se dirigissem ao endereço da agressora, local onde ela foi encontrada e conduzida para a Delegacia de Polícia, oportunidade em que lhe foi dada a voz de prisão em flagrante.

As crianças foram submetidas a exame de corpo de delito no IPC (Instituto de Polícia Científica), tendo, na oportunidade, sido constatadas diversas lesões.

Atualmente, as duas crianças se encontram protegidas em abrigo municipal destinado ao acolhimento de jovens em situação de vulnerabilidade.

A acusada da agressão se encontra, na Central de Polícia. Tamara Sandrielly ,  será apresentada ao Poder Judiciário em audiência de custódia, nesta quinta-feira (25), As crianças foram espancadas com cabo de vassoura e cinto.

Paraiba todo dia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo