Paraíba

Morre bebê de mulher grávida atropelada por retroescavadeira em Campina Grande

(Foto: Reprodução/TV Paraíba)

O bebê da mulher grávida atropelada por uma retroescavadeira em Campina Grande morreu na manhã desta sexta-feira (11), a informação foi confirmada pela diretoria do Hospital de Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes. Segundo o hospital, a mulher continua internada Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado de saúde grave.

Rayanne Araújo, de 27 anos, estava com uma gestação de 27 semanas. Ela deu entrada no Hospital de Trauma de Campina Grande no dia 8 de maio, às 12h31. De acordo com o diretor da unidade saúde Geraldo Medeiros, a vítima sofreu traumatismo craniano, fraturou a bacia, e teve um corte profundo na perna.

Em entrevista coletiva nesta manhã, o diretor Geraldo Medeiros informou que a mulher deu entrada no hospital com a pressão baixa e perdendo muito sangue. A vítima apresentava traumatismo craniano, fratura nos ossos da cabeça e uma lesão na bacia. Ela estava grávida de cinco meses e, na manhã desta sexta-feira, sofreu um politraumatismo grave – o que causou a morte do bebê. O médico explicou que, nessas situações, a prioridade é salvar a vida da gestante. O bebê será retirado assim que a mulher apresentar melhoras.

Mulher grávida foi atropelada por retroescavadeira na Avenida Almirante Barroso, no bairro do Cruzeiro, em Campina Grande (Foto: Reprodução/TV Paraíba/Arquivo)

Mulher grávida foi atropelada por retroescavadeira na Avenida Almirante Barroso, no bairro do Cruzeiro, em Campina Grande (Foto: Reprodução/TV Paraíba/Arquivo)

Grávida atropelada por retroescavadeira

O acidente aconteceu na avenida Almirante Barroso e, conforme o relato de testemunhas, a mulher foi atropelada quando ia atravessar a rua. Moradores informaram que o motorista deu ré na máquina em alta velocidade, sem ver que a mulher passava por trás.

A retroescavadeira que atingiu a grávida estava a serviço da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), atuando na obra de esgotamento sanitário do bairro, no local onde o acidente aconteceu, conforme informou o gerente regional da Cagepa, Ronaldo Meneses.

Por G1 PB

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo