DestaqueParaíba

Gerente da Cagepa aponta localidades que ainda não receberam água com constância após fim do racionamento

O gerente regional da Cagepa, Ronaldo Meneses, informou que o principal desafio da Companhia neste fim de racionamento é o equilíbrio das pressões. Ele afirmou que as dificuldades já eram esperadas devido ao sistema ter ficado com funcionamento diferenciado durante dois anos e oito meses de racionamento, mas hoje o sistema funciona com toda a pressão nas redes e os números de vazamentos tem sido reduzidos. Ele também citou localidades que ainda não receberam a água com normalidade.

“A gente está monitorante e a água está chegando regularmente, lembrando que cada comunidade tem sua realidade. O distrito de Galante, antes do racionamento já tinha suas dificuldades e requer ampliação do sistema como todo. Desde o fim do racionamento vai água diariamente para Galante. No Jardim Meneses, a rede teria que ser ampliada porque ele tem altura da caixa de água de Galante e, hoje, temos notícias que a água atendeu lá” adiantou Ronaldo.

O gerente disse que, neste feriado de 7 de setembro, não houve rompimento nas redes principais e apontou as localidades que ainda não receberam a água com normalidade desde o fim do racionamento. São elas: zona rural de São José da Mata, zona rural de Galante e alguns pontos de Catolé de Boa Vista.

“Algumas localidades da zona rural de São José da Mata, ainda estão procurando a constância de abastecimento. Zona rural de Galante também não chegava água, e em alguns pontos de Catolé de Boa Vista. Para essas regiões ainda estamos adotando medidas para atendê-las paulatinamente. Na zona rual de Campina Grande nós conseguimos avanço”, concluiu.

As informações repercutiram na Rádio Correio.

paraibatododia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo