Paraíba

Explosão de respirador e princípio de incêndio causam tumulto na UPA Dinamérica

Os pacientes e profissionais da UPA do bairro Dinamérica, em Campina Grande, tiveram um grande susto, na manhã desta sexta-feira (23), devido a explosão de um respirador e princípio de incêndio na Ala Vermelha naquela unidade. Segundo a secretária de Saúde do município, Luzia Pinto, houve um trabalho rápido de vários profissionais e os pacientes foram rapidamente transferidos para outros hospitais da cidade.

Segundo a secretária, o Corpo de Bombeiros foi rapidamente acionado e a perícia vai identificar a causa da explosão do equipamento, já que os respiradores são novos, com menos de um ano de uso. Dos três leitos das ala vermelha apenas um leito voltou a funcionar, junto com os outros setores da UPA Dinamérica, após uma hora do incêndio.

Luzia garantiu que “todas as medidas de segurança já existem” e vai aguardar a perícia para identificar o que houve. “Foi uma “casualidade”, um fato isolado e não causará evasão de pacientes. Ela lembrou que há uma média de nove mil atendimentos por mês quando deveria haver cinco mil e isso mostra a qualidade do serviço.

“Acho que já mostrou a excelência do serviço. Foi uma fatalidade, uma casualidade o que aconteceu”, disse.

Um dos pacientes da ala vermelha, Francisco Ramos da Silva, de 31 anos, “estava em óbito, sendo reanimado e iria para o respirador”, quando o incêndio ocorreu.

Um dos pacientes, em estado grave, foi encaminhado para o Trauma de Campina e os outros, para a UPA do Alto Branco.

paraibatododia

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo