ParaíbaPolítica

Ex-vereador sobre CMCG: “Ultraconservadora e produz inutilidades”

O diretor de comunicação do Sintab e pré-candidato a deputado estadual, ex-vereador Napoleão Maracajá (Rede), criticou a audiência pública realizada na Câmara de Campina Grande que tratou do Projeto de Lei n° 582/2017, de autoria do vereador Pimentel Filho, que tem como objetivo proibir as disciplinas que tratem das “práticas de ensino da ideologia de gênero” nas escolas municipais da cidade.

Napoleão criticou a atuação dos parlamentares da Casa, com algumas exceções, e frisou que a Casa “é extremamente ultraconservadora e produz inutilidades”.

– Foi de uma infelicidade sem precedentes, o que não causa surpresa, porque a Câmara de Campina, com alguma exceção, é ultraconservadora e produz inutilidades copiosamente. Um Câmara extremamente cara ao povo de Campina Grande. Tem gente que está no domingo na missa acendendo uma vela para Deus, e durante a semana está acendendo uma vela para o diabo. Primeiro que nem existe ideologia de gênero, existe teoria de gênero, que é uma ciência. Quando se começa com o nome errado, mostra o nível de representação que temos. É preciso se respeitar o contraditório – criticou.

As declarações repercutiram na Rádio Correio FM, nesta segunda-feira, 18.

Paraibaonline

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo