DestaqueNotíciasParaíba

Em Soledade, servidores reforçam luta contra retirada de direitos

 

 

Em virtude do descaso contínuo da gestão municipal, os servidores do município de Soledade, no agreste paraibano, estão reforçando as manifestações nas ruas e estiveram mobilizados mais uma vez na manhã desta quarta-feira, 13.

A categoria ocupou a entrada da Câmara de Vereadores após assembleia que definiu novo calendário de ações. De acordo com o coordenador de comunicação do Sintab, Napoleão Maracajá, os encontros acontecerão todas as segundas-feiras, quando acontece a feira do município, com um dia inteiro de paralisação e ato público.

“Há um sentimento de revolta muito grande entre os servidores, já que o prefeito Geraldo Moura continua não atendendo, continua tirando direitos e agora partiu para o ataque e está perseguindo servidores. Para citar um exemplo, ele transferiu um vigilante de 64 anos de idade, de uma escola para o cemitério, em condições de trabalho inadequadas para sua faixa etária, como uma forma de humilhá-lo porque ele está participando dos movimentos”, detalhou Napoleão.

 

O coordenador reforçou que embora a mobilização persista, os trabalhadores e o sindicato continuam dispostos a dialogar. “Continuaremos firmes e fortes nas ruas, mas o sindicato sempre esteve e sempre estará à disposição do diálogo, para que o prefeito mostre quanto gasta com diárias, com combustível, com comissionados, com festa, com prestadores de serviço, a gente precisa destas informações para termos um debate honesto sobre a realidade do município”, disse. Ele ainda informou que os atos de perseguição terão como resposta ações judiciais.

Da Redação com Assessoria

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo