Paraíba

Em ação parecida com a da Paraíba, 29 presos fogem de presídio no Paraná

(Foto: Reprodução/Agência Brasil)

Um grupo fortemente armado com fuzis explodiu um muro da Penitenciária Estadual de Piraquara, no Paraná, libertando pelo menos 29 detentos. Durante a fuga, por volta das 3h30, cinco caminhões e dois carros foram incendiados na altura do km 85 da BR-116, na região metropolitana de Curitiba, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Até as 10h40, o engarrafamento no sentido São Paulo já passava dos 30 quilômetros. No sentido contrário em Quatro Barras (PR), o trânsito foi liberado ainda na madrugada.

Nenhum detento havia sido recapturado. Um helicóptero da Polícia Militar e outro da Polícia Rodoviária Federal sobrevoam o local em busca dos fugitivos.

Esta não é a primeira fuga no Presídio de Piraquara. Em janeiro de 2017, 28 presos também explodiram o muro da penitenciária para fugir.

A ação dos bandidos no Paraná lembra a forma como um grupo criminoso agiu na Paraíba para libertar detentos da Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1), em João Pessoa, de onde 92 presos escaparam na madrugada dessa segunda (10).

No caso da capital paraibana, foi explodido o portão principal da casa de detenção. Até a manhã desta terça, 42 fugitivos haviam sido capturados e já estavam de volta ao PB1. A Administração Penitenciária do estado não descarta transferência de detentos após a fuga em massa, considerada a maior já registrada na Paraíba.

Por

 PORTAL CORREIO e 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo