Paraíba

Educadores da Seduc de Queimadas participam de Intercâmbio cultural na França

Dois educadores servidores da Seduc de Queimadas participaram do projeto de Intercâmbio Cultural “Signe La Capoeira”, em Estrasburgo, na França, realizado no período de 6 a 14 de agosto. O evento surgiu a partir de uma parceria entre as Universidades Estadual da Paraíba (UEPB), Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e a Organização não Governamental da França “Lab Inclusion”.

Os educadores queimadenses foram convidados a participar do projeto pelo professor Eduardo Onofre que é coordenador do Núcleo de Educação Especial da UEPB.  O projeto teve como objetivo principal superar as barreiras linguísticas e desenvolver o autoconhecimento de jovens surdos e ouvintes do Brasil, França e Luxemburgo, através da capoeira. Durante a semana aconteceram oficinas de capoeira, apresentações de trabalhos de pesquisas em andamento sobre a cultura surda, relatos de experiências, momentos de intercâmbio intercultural, além de oficinas com temáticas sobre inclusão e diversidade.

Pariticiparam deste intercâmbio, cerca de 33 jovens de três países, dentre eles, o Brasil. Do total, 12 eram brasileiros. Dentre os brasileiros, estava um filho de Queimadas, o jovem estudante de Letras/Libras da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), que também é instrutor do Curso de Formação em Libras de Queimadas, Ítalo Urbano e a coordenadora do Centro Especializado em Aprendizagem e especialista em Educação Especial, Graça Lima.

Na oportunidade, o instrutor de Libras de Queimadas, Ítalo Urbano apresentou o Projeto Concepção: A criação de sinais para identidade surda. A apresentação fala sobre as dificuldades encontradas pelos professores, interpretes e alunos surdos no ensino regular, sobre os processos curriculares e pedagógicos que atendem a realidade de inclusão educacional dessa necessidade e como a criação de sinais pode auxiliar na aprendizagem de alunos surdos.

Segundo a secretária de Educação de Queimadas, Rachel Castanha, a ida dos professores de Queimadas a esse intercâmbio, trouxe muitos benefícios para a Seduc, pois a partir dessa experiência, serão pensadas ações que possam ser desenvolvidas tanto com os surdos do município quanto de cidades circunvizinhas, atendendo ao anseio do prefeito, Carlinhos de Tião. “Carlinhos não tem medido esforços, no sentido de oferecer educação de qualidade e Inclusiva a quem mais precisa”, disse Rachel.

Da redação com Assessoria

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo