Política

Dinheiro da saúde e da educação vai para a campanha política

O fundo eleitoral criado pelo Congresso Nacional para custear as campanhas deste ano com recursos públicos levou à perda de R$ 472,3 milhões originalmente destinados pelos parlamentares para educação e saúde, informa o jornal O Estado de São Paulo.

Levantamento aponta que o fundo receberá R$ 121,8 milhões remanejados da educação e R$ 350,5 milhões da saúde.

O valor corresponde à transferência de dinheiro das emendas de bancadas – que seria destinado a esses setores – para gastos com as campanhas eleitorais deste ano, ainda conforme o jornal.

O fundo, aprovado em 4 de outubro do ano passado, é uma alternativa à proibição pelo Supremo das doações empresariais e receberá, no total, R$ 1,75 bilhão.

Além das verbas de saúde e educação, R$ 828 milhões foram retirados de áreas como segurança pública, infraestrutura, obras contra a seca e agricultura.

*fonte: estadao

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo