Destaque

Delegado detalha investigação de homicídio ocorrido no Parque do Povo

Foto: Reprodução/ Internet

Durante entrevista coletiva concedida à imprensa, o delegado Luciano Soares, da Polícia Civil, comentou sobre o homicídio ocorrido dentro do Parque do Povo na última segunda-feira (19) e destacou que a investigação está em andamento, com o auxílio de imagens concedidas pela empresa responsável pelas câmeras instaladas na festa.

Ele afirmou que a polícia buscou a empresa e as imagens do local onde ocorreu o fato foram fornecidas, possibilitando reconhecer quatro pessoas que estariam envolvidas no crime.

Luciano disse que a polícia designou, assim que soube do homicídio, equipes de investigadores para reconhecer as pessoas que aparecem nas imagens no momento da morte de Davson Oliveira Barbosa, de 30 anos.

O delegado frisou que a polícia espera dar um retorno o mais rápido possível acerca desse caso.

Luciano ainda esclareceu que o processo de acusação só pode ocorrer quando as imagens forem melhoradas para que o reconhecimento seja feito de forma efetiva.

Ele ainda alertou para o perigo de imagens que estão circulando nas redes sociais de supostos envolvidos no crime da última segunda-feira, 19.

– A nossa preocupação neste momento depois da investigação é que está sendo disseminado nas mídias a veiculação de imagens de pessoas que poderiam ter participação nesse crime . A testemunha reconhece duas pessoas que estavam envolvidas. Nossa preocupação é a veiculação de imagens equivocadas nas redes sociais. Queremos deixar claro que o canal para ser realizada a denúncia é o disque 197 da Polícia Civil, mas sobretudo, fazer o meio dos mecanismos. Jamais através dessas veiculações sem um respaldo legal – afirmou.

*As informações foram veiculadas na Rádio Caturité AM.

Paraíba Online

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo