DestaqueNotícias

Delegacia de Homicídios de CG encerra primeiro semestre de 2017 com 66% de homicídios elucidados

A Delegacia de Homicídios de Campina Grande publicou um relatório com as ações desenvolvidas no primeiro semestre de 2017 com um índice de elucidação de mais de 66% dos homicídios sob sua investigação, entre janeiro e março. Foram realizadas no semestre 59 prisões, entre flagrantes e cumprimentos de mandados de prisão, relacionados a autores de homicídios.

Neste primeiro semestre de 2017, a Delegacia de Homicídio efetivou várias operações de combate aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI’s) com destaque para operações fora do Estado, tais como a OPERAÇÃO FARSA, cumprida em Pernambuco e a Operação Ciclope, cumprida no Rio Grande do Norte, operações estas que, segundo a delegacia, “tiveram êxito máximo e foram reconhecidas nacionalmente”.

“É resultado de um trabalho contínuo e incessante”, relatou a delegada Titular da Delegacia de Homicídios de Campina Grande, Ellen Maria Ferreira de Sousa Lima.

Segundo o relatório, houve o “aumento das atividades cartorárias, onde foram confeccionadas e impetradas 118 representações policiais, dentre pedidos de Prisão Preventiva/Temporária, Quebra de sigilo de dados, Interceptações Telefônicas, Busca e Apreensão Domiciliar e Internação Provisória de adolescente. Ainda, foram concluídos, devidamente relatados, mais de 60 inquéritos policiais no período”.

No relatório, a delegacia ressalta a importante contribuição dada pela população através do 197.

“As quatro equipes da delegacia, representadas pelos delegados Ellen Lima, Antônio Lopes, Francisco de Assis e Tatiana Matos, reafirmam seu compromisso com a sociedade no combate aos CVLI’S, certos do importante apoio, cada vez maior, da população na elucidação dos crimes, através do Disque 197, agradecendo à imprensa campinense pelo compromisso em divulgar sempre os nossos trabalhos”.

Paraíba todo dia com Ascom

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo