Notícias

Cachorro é atropelado e ‘viaja’ em para-choques por 25 quilômetros

Se a tradição popular diz que os gatos têm sete vidas, o cachorrinho Tero não está muito atrás: após ser atropelado, o schauzer de 13 anos ficou preso no para-choques do carro e percorreu quase 25 quilômetros. Como se não bastasse, teve de esperar ao menos 10 horas até a dona do veículo se dar conta que o animal estava imobilizado.

O caso, que chamou a atenção nas redes sociais, aconteceu na cidade alemã de Seevetal, que fica ao norte do país. Uma mulher de 59 anos que dirigia o veículo não notou o momento da colisão com o animal e viajou até a cidade de Hamburgo com o cãozinho preso no para-choques. De acordo com a alemã, ao chegar na garagem de sua casa, ela não percebeu nenhum tipo de alteração por estar muito escuro.

Enquanto Tero passava a noite no local — que já apresentava baixas temperaturas por conta da proximidade do inverno — sua dona tentava encontrá-lo. A mulher de 40 anos vive a poucos quilômetros do local onde ocorreu o acidente e reportou às autoridades locais que seu cachorrinho fora atropelado por um veículo não identificado.

Felizmente, a dona do veículo responsável pelo atropelamento retornou à garagem e se deu conta da presença do animal. Chocada, ela ligou para o Corpo de Bombeiros, que conseguiu retirar o cachorrinho dos para-chqoues com sucesso e devolvê-lo para sua dona — assustado, mas sem ferimentos graves, Tero ainda tentou morder os responsáveis por seu resgate. Diante dessa aventura, uma reação mais do que justificável… Com Revista Galileu

Primeiras noticias

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo