DestaqueNotícias

Bebê Davi será incluído em fila de adoção nacional caso Conselho Tutelar não encontre família

O pequeno Davi, bebê encontrado no Cemitério do José Pinheiro no último fim de semana ainda está na UTI do ISEA, recebendo doações de roupas e fraudas. O Conselho Tutelar está em busca da família do menino mas, caso ela não seja encontrada, Davi será incluído em uma fila de adoção nacional.

Segundo o Juiz auxiliar da Infância, Hugo Zaher, o bebê, quando estiver apto para adoção, será encaminhado a uma fila de adoção, mas serão privilegiados, os interessados do município onde a criança foi encontrada.

“Essa fila tem que ser respeitada, existe uma fila local de adoção, com pessoas que possuem perfil para adotar. Não é qualquer pessoa. Há dezenas de casais e pessoas solteiras habilitados para a adoção. A criança será acolhida em uma instituição e aí, é verificado um casal, obedecendo o perfil de quem está na fila”, explicou o juiz.

Para os interessados em adotar, devem procurar a Vara da Infância, levar documentos acessíveis, ela pode entrar com ação de habilitação para adoção, participa de um curso e passa por um estudo psicossocial. Se estiver apto, então essa pessoa é habilitada para adoção, segundo Hugo.

As informações repercutiram na Rádio Correio.

Paraíba Todo Dia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo