Paraíba

Abertura de comporta do açude de Boqueirão para abastecer Acauã é adiada

(Foto: Felipe Valentim/TV Paraíba/Arquivo)

A abertura da comporta do Açude Epitácio Pessoa (Boqueirão), no Cariri da Paraíba, para liberar água para a barragem Argemiro de Figueiredo (Acauã), no Agreste, estava prevista para acontecer nessa sexta-feira (9), mas foi adiada e só deve ocorrer no dia 23 deste mês. A razão do adiamento se deve a uma dificuldade técnica apresentada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), que é quem vai executar o processo.

De acordo com o coordenador do DNOCS na Paraíba, Alberto Gomes, nas duas próximas semanas vão ser realizados testes e será emitido um relatório sobre a abertura das comportas para que a água seja liberada.

O presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), João Fernandes, explicou que o DNOCS alegou uma dificuldade técnica em operacionalizar a abertura das comportas, que deixou de ser manual e passou a ser automatizada. Diante a apresentação desse problema, o João Fernandes disse esperar que a situação seja resolvida o quanto antes para seja feita a liberação das águas de Boqueirão para Acauã.

A abertura das comportas do açude de Boqueirão foi autorizada pela Agência Nacional das Águas (ANA), por meio de uma resolução publicada no Diário Oficial da União da última quarta-feira (7), determinando uma descarga de 4,8 m³ do Epitácio Pessoa.

Segundo o presidente da Aesa, a abertura das comportas do Epitácio Pessoa, que atualmente está com 15,8% (65.228.411) da capacidade total, não trará prejuízos para o reservatório nem para as 19 cidades abastecidas pelo manancial, pois ele está recebendo recarga em função das chuvas e da transposição do rio São Francisco.

O presidente afirma que a abertura vai beneficiar outros 14 municípios abastecidos por Acauã, que está em situação crítica, com apenas 3,6% (9.133.339 m³) da capacidade total.

Por G1 PB

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo