foto: Paraibaonline

O líder da oposição ao governo na Assembleia Legislativa, deputado Bruno Cunha Lima (PSDB) avaliou que é possível a Paraíba dar um passo um adiante e sair do rame-rame e da política individualista.

Segundo ele, a oposição tem mostrado isso quando reúne partidos distintos, a exemplo do PDT, para debater a eleição e conjecturas para o ano que vem e debate de forma desarmada.

Para o deputado todos estão expostos para serem cabeça de chapa, mas também para ocupar as vagas que não apenas o de governo do Estado.

“O PMDB, o PSD, o PSDB , todos têm dado essa demonstração de que através do fortalecimento individual das legendas, a oposição será fortalecida como um conjunto. Se o PDT quiser vir somar forças nesse arco de aliança será extremamente bem-vindo”, disse.

E nesse somatório de forças, o deputado destacou a tranquilidade entre os componentes e disse que gosta de fustigar brigas é o governador Ricardo Coutinho, que não consegue ficar bem coma união dos adversários.

“Acho que dói na alma do governador ver uma manifestação de união como a que aconteceu no dia do aniversário do senador José Maranhão, em João Pessoa. O governo que insiste em todos os dias desmanchar essa união é o mesmo que não consegue conhecer todos os esforços que tem sido feitos em prol do Estado”, avaliou.

Conforme Bruno Cunha Lima tudo aquilo que tem sido construído em matéria de unidade por parte das oposições,dói em Ricardo Coutinho em enxergar que a Paraíba está unida contra esse projeto individualista do PSB.

“O fato é que não vamos fustigar o racha entre o PDT e o PSB e o deputado federal Damião Feliciano tem toda a sabedoria do mundo para saber lidar com esse processo e saber que ele próprio está senso alijado do projeto de Ricardo Coutinho”, enfatizou.

paraibaonline