Com o anúncio do fim do racionamento anunciado pelo Governo do Estado, o vereador João Dantas (PSD), líder da bancada governista na Câmara Municipal de Campina Grande, se posicionou novamente contra o fim desta medida, haja vista que o Açude de Boqueirão sofreu uma recarga de apenas 4%. O parlamentar alertou ainda para o perigo da liberação da irrigação com a água da transposição. “Estas águas são destinadas ao consumo humano e animal”.

João Dantas justificou sua posição contrária, afirmando que acabar o racionamento neste momento, ainda mais com as recentes denúncias de desvios de água da transposição, é no mínimo irresponsabilidade. “Técnicos do Ministério estimam que as ligações não autorizadas já tenham desviado cerca de 20 milhões de metros cúbicos das águas do São Francisco nos últimos 2,5 meses”. Justificam.

Por fim, Dantas pede cautela por parte dos órgãos responsáveis pelo abastecimento e apela para que a população continue racionando e economizando água.

Da Redação com Assessoria