Fonte: Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba)

O governador Ricardo Coutinho (PSB) tergiversou sobre o nome do secretário de Estado, João Azevedo, como candidato do PSB para disputar a sucessão estadual em 2018, apesar de ter afirmado o nome dele no interior do Estado.

Em entrevista concedida à imprensa nesta segunda-feira (07), em João Pessoa, o gestor não confirmou o nome do secretário e disse que não iria falar sobre candidatos dos partidos.

Contudo, o governador destacou que “em qualquer canto do mundo a oposição para ganhar as eleições tem dois motes: um governo em desgraça, ou colado em denúncias” que, segundo ele, não é o cenário da sua administração.

“Graças a Deus e a muita gente que milita dentro do governo”, destacou.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Ele disse ainda que a oposição paraibana não vai ganhar nenhum debate nesse campo em cima do governo.

“Porque eles têm sido pouco éticos ou então ineficientes. Ou ainda, a oposição quer gerar um sentimento de que pode fazer mais de que quem faz, o que não me parece ser isso em concreto”, avaliou.

Para o governador, a oposição não tem capacidade de gerar nenhum desses fatos porque onde governa, ou governou, “não agregaram nada, não passaram pela história, não sabem o que é gestão, ousadia, não tem compromisso com políticas públicas”.

“Ou seja, a oposição não tem discurso e quer o poder pelo poder”, declarou.

Indagado sobre a possibilidade da chapa do PSB ser puro-sangue com o deputado Adriano Galdino ser o vice de João Azevedo, o governador foi enfático:

“Eu não estou discutindo nem governador, imagine vice”, pontuou.

paraibaonline