Embora grandes atrações tenham povoado o palco principal do Parque do Povo, neste sábado, a segunda noite do Maior Forró do Mundo, o forró também se espalhou em quase toda extensão do Quartel General do Forró, sobretudo na Pirâmide e palcos paralelos, como Palhoças Zé Lagoa, Genival Lacerda e palco Parafuso.

Muito gente também preferiu forrozar no meio das ruas, sem uma barraca determinada. O que valia era aproveitar o som mais próximo e curtir o evento, na chamada, topograficamente,   parte inferior do Parque do Povo.

O espaço, sempre povoado por artistas da terra,  este ano sofreu alterações em seu layout, sendo bastante elogiado pelos forrozeiros que aproveitaram o sábado para arrastar o pé nas palhoças e no Palco Parafuso.

“A estrutura este ano está nota dez. Estou me divertindo muito e o forró está bom demais”, afirmou Mariana Silva, que aproveitou as apresentações dos trios de forró na palhoça Zé Lagoa para matar a saudade do autêntico forró pé de serra.

Além da Palhoça Zé Lagoa, os forrozeiros que apreciam os trios de forró também podem aproveitar na Palhoça do Seu Vavá com muito forró. “ Estou admirando a Palhoça, amando muito prometo sair daqui de madrugada” afirmou Lucia Maria, que estava   muita animada.

Já no palco Parafuso  a festa continua com o xote das Meninas , forró de mala e Cuia e Zinho e Forró Penerado, público lotado prestigiando um  espaço amplo que ficou. O palco tem uma estrutura ampla , os forrozeiros esquentando.

paraibaemdestaque com codecom