O vereador Márcio Melo, autor da propositura que concedeu o título de Cidadão Campinense e Medalha de Honra ao Mérito ao presidente Michel Temer, quando o mesmo esteve em Campina Grande para a inauguração do trecho leste da transposição do São Francisco, discorda do ponto de vista do seu colega de parlamento João Dantas, que quer revogar as honrarias.

Márcio Melo disse que o vereador João Dantas está equivocado e a Câmara não vai revogar, pois as homenagens teriam sido realizadas como forma de agradecimento pela finalização da obra.

– Em nenhum momento fizemos isso por causa da carreira política de Temer, mas como forma de homenagear pela finalização da obra da transposição. Campina Grande depende das águas de Boqueirão, e se as águas do São Francisco não tivessem chegado, hoje estaríamos vivendo em um colapso porque só teríamos as chuvas como alternativas e não choveu. Não volto atrás e homenagearia qualquer outro que tivesse finalizado a obra e vou continuar defendendo essa honraria – enfatizou.

O vereador disse que seria oportunismo tirar o título agora diante do caos político enfrentado pelo governo Temer, depois da delação do dono da JBS.

– Era o mesmo caso dele chegar e dizer: vou desmanchar a transposição. E aí, como ficaria Campina Grande? – finalizou.

*As informações repercutiram na Rádio Campina FM.