Mais de 116 mil atendimentos são registrados na UPA de Campina em 2016

7

Foto: Codecom/CG

A Unidade de Pronto Atendimento de Campina Grande realizou 116.273 atendimentos no ano de 2016. Em 2015 tinham sido mais de 115 mil. A maioria dos casos (75.180) é de clínica médica, evidenciando a especialidade da UPA 24h e a importância deste serviço para a cidade.

Os demais casos são de ortopedia (18.342) e pediatria (5.461). Desse modo, segundo o diretor da UPA, Amaro Jorge, a unidade cumpre o papel de abarcar a especialidade de casos clínicos e ainda funciona como uma retaguarda para os hospitais especializados em ortopedia e em pediatria.

Em 2015 a Prefeitura de Campina Grande construiu a nova recepção da UPA para oferecer maior comodidade aos pacientes e instalou o Setor de Classificação de Risco, que direciona o paciente para o atendimento correto, priorizando os casos mais graves de acordo com uma escala estabelecida pelo Ministério da Saúde. Em função do trabalho do setor, 14.720 atendimentos foram considerados casos simples, que não se enquadram nas especialidades descritas anteriormente.

O diretor da UPA explicou que o número alto de atendimentos, uma média de 10 mil por mês, é possível em função da estrutura da unidade.

“Temos aqui sete médicos, sendo quatro clínicos, dois ortopedistas e um pediatra, que mantêm a unidade funcionando 24 horas e com capacidade para atender a toda a demanda, principalmente, em função da organização que o setor de classificação de risco imprimiu à recepção dos pacientes”, explicou Amaro Jorge. Ele disse ainda, que mesmo com a nova decisão do Ministério da Saúde de que as UPAs podem funcionar com apenas dois médicos, a unidade de Campina Grande continuará com sete profissionais.

Desde o início da gestão do prefeito Romero Rodrigues, a UPA já recebeu várias melhorias, como a criação de laboratório para análise dos exames dentro da unidade, a criação de serviço de eletrocardiograma por telemedicina e, principalmente, a qualificação dos serviços junto ao Ministério da Saúde.

O MS atestou que o serviço atende às exigências de qualidade no atendimento, fluxos e rotinas dos profissionais.

FONTE: Codecom/CG

Deixe Seu Comentário

Comentário